O Mapa do Perfil do Crime

Onde Fui Roubado – o perfil do crime na sua cidade

Vale à pena visitar e consultar o site “Onde Fui Roubado”, cujo objetivo é alertar o cidadão sobre locais onde há maior incidência de furtos e roubos. Atualmente existem 626 cidades cadastradas de todo o Brasil.

O site fica no endereço: www.ondefuiroubado.com.br e os cidadãos moradores destas cidades que foram vítimas de roubo ou furto podem registrar a ocorrência no site com um simples cadastro.

A ideia do site é mostrar um perfil do crime nas cidades cadastradas, com tipo, local, período. Vários dos crimes ocorreram nos últimos 120 dias, mas a estatística não impede registros anteriores à data atual.
O serviço é gratuito e funciona como uma mapa coletivo de ocorrências a partir do Google Maps. O usuário seleciona a cidade e faz o cadastro identificando o crime, que poderá ser visto por todos.

Para registrar a denúncia basta acessar o formulário de sua respectiva cidade que deverá ser preenchido com informações como: local, data, horário, objetos levados. O interessante é que a denúncia é totalmente anônima.

No site você poderá acessar e assistir um vídeo explicativo de menos de dois minutos sobre a importância e como registrar a denúncia.

Quem for verificar as estatísticas, poderá filtrar os resultados por data (escolher visualizar apenas os crimes em um determinado período) e buscar um endereço específico onde aconteceram.

Além disso, o usuário também poderá consultar um painel de estatísticas, com informações como ranking de objetos mais roubados e tipos de assaltos mais frequentes em cada cidade.

Ajudar a mapear o perfil dos crimes ocorridos em sua cidade pode trazer uma série de benefícios para todos os cidadãos e inclusive chamar a atenção das autoridades públicas responsáveis pela segurança no combate e prevenção dos crimes.

Compartilhe estas informações indicando o site www.ondefuiroubado.com.br, com seus familiares, amigos e vizinhos para que possamos nos prevenir e contribuir com a segurança das nossas cidades.

 

Fernando Vieira

Website:

Deixe uma resposta